Seletiva de Futebol Americano: Um “quase” estudo de caso

Divino Filho

Jogou Futebol Americano por 2 anos, também atuando na gestão/comissão técnica. Formando em Engenharia Civil, e vive em busca de soluções para a profissionalização do FABR.